29.7.17

[Resenha] O Último dos Guardiões - Diário de Guerra

Autor (a): João Paulo Silveira
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2016
Lido em: maio de 2017
Nº de páginas: 384
Onde Comprar: AMAZON
Livro recebido em parceria com o autor

Galaniel e seus companheiros recém chegaram na linha de frente.
Calouros que acabaram de sair do treinamento.
A guerra em seu ápice, assola o reino de Kor.
O inimigo infernal avança com todo seu exército.
Os guerreiros morrem as centenas.
As primeiras batalhas...
As primeiras perdas...
Como surgiram os OITO? De onde vem sua fama? Qual sua tragetória?
Conseguirão eles deter a horda de demônios e ajudar seu povo?
Acompanhe o relato de Galaniel sobre as principais batalhas que ele e seus companheiros participaram.
Venha você também lutar com... Coragem e Honra!

DIÁRIO DE GUERRA conta a história por completa da criação do grupo intitulado Os Oito. Todas as questões que ficaram em aberto envolvendo o passado dos personagens lá em INSURREIÇÃO são nessa obra apresentados com riqueza de detalhes. É possível finalmente definir quais deles você sente empatia e se está disposto a torcer por eles daqui para a frente.
 É encantador ver um Galaniel mais novo e como esse protagonista cresceu a cada trauma sofrido.
 Balkatar ainda não fez nenhum pacto como os humanos. Ou seja, vemos o quanto o demônio é diabólico ao criar carnificinas que despertam em nossos corações o lamento e tremendo ódio. O autor soube muito bem criar um vilão que não desperta empatia, que desperta somente asco e sede de vingança.
 Fiquei bastante chocado com o significado dos Oito e o quanto tal aliança era forte no passado.
 Adoro cenas de ação, mas senti que o autor exagerou ao retratar inúmeros combates com vitórias na maioria sendo dos humanos e tendo uma testemunha do mal para mostrar a Balkatar o fracasso da legião de demônios. Foi um jogo de gato e rato que me cansou, devo confessar.
 Entretanto, foi animador ver o cuidado do João Paulo Silveira ao interligar os acontecimentos que antecedem o início da obra INSURREIÇÃO. Para um livro de origens DIÁRIO DE GUERRA cumpriu muito bem com o seu papel.
 Ainda é um mistério a origem de Balkatar, mas uma parte do quebra-cabeça dos demônios foi revelada tendo a morte de um personagem querido como testemunha.
 Sinto que o autor evoluiu bastante do primeiro livro para cá. Claro que tem alguns detalhes que ainda me incomodam, mas que isso vária na visão de cada leitor. É a minha opinião pessoal.
 Só posso expressar o meu desejo para que o terceiro volume da série chegue logo e que Balkatar finalmente pereça de forma bastante cruel!
 Recomendo a obra para todo aquele leitor que acredita na fantasia medieval nacional e que curte uma boa cena de luta contendo magia.

LEIA OUTROS POSTS:

17 comentários:

  1. Olá Bruno, tudo bem?
    Confesso que não li essa serie, mas pelas suas impressões pude inferir que ela é muito boa. Curto livros de fantasia com essa pegada mais medieval que nos faz literalmente viajar na leitura.
    Vou procurar mais sobre o livro 1 e talvez iniciar a leitura deles.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bruno! Tudo bem?

    Achei bem legal a capa e interessante a premissa. Não conhecia o livro ou o autor João Paulo. O Último dos Guardiões parece ser uma leitura envolvente, fiquei super interessado na leitura.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia essa obra, mas achei muito interessante e o projeto gráfico e a diagramação são de extrema qualidade.
    O gênero não tenho muito costume de ler, mas com sua resenha fiquei curiosa pela trama.
    Parabéns!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruno, não conhecia a série, e o enredo me pareceu muito bom, até porque, amo uma fantasia, e com esta pegada medieval conta ainda mais pontos. Dica anotada.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruno, não conhecia o livro, mais fiquei bem curiosa pela a história por ser uma fantasia e pela a capa que realmente é linda.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. oieee
    a capa está linda e me atraiu muito, achei bem bacana e fiquei bem curiosa pela história
    dica anotada
    beijos

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ótimo e muito bem escrito, apesar de eu achar que não seria uma leitura para mim.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto muito de fantasia medieval, mas nem todas me chamam atenção. Eu ainda não conhecia esse livro e fiquei curiosa para realizar a leitura. O enredo me pareceu ser bem desenvolvido e os personagens bem estruturados.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    A temática do livro não me agrada tanto, e não conhecia o autor.
    Gosto de cenas de batalhas também, mas me incomoda quando existe algum tipo de exagero, como foi o caso neste livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, ainda não conhecia esse livro. Pela sua resenha, me pareceu bem interessante essa coisa de batalhas entre humanos e demônios. Quando a série estiver completa, talvez eu leia.

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Não conhecia o livro, mas ele não me chamou a atenção, livros assim raramente me prendem, porém deu pra ver que você curtiu bastante a leitura, espero que o próximo volume não demore a ser publicado.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Não conhecia essa série! Gosto de livros com cenas de guerra, especialmente os de fantasia. Achei a premissa interessante e anotei sua dica para ler as obras do autor quando tiver a chance. Espero que o terceiro volume corresponda suas expectativas. Desejo todo sucesso ao autor!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e confesso que não sou muito fã desse estilo de história, sabe? Mas eu gostei de saber um pouco mais sobre a obra através de sua resenha, muito bacana ver que o autor evoluiu bastante nesse volume. Enfim, gostei de conhecer a obra, mas não é o estilo de história que quero ler no momento.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Oi, Bruno, tudo bem?

    Não conhecia o livro, apesar de gostar desse gênero (mas de não leio com tanta frequência). Achei legal o lance do vilão. Gosto muito quando os autores conseguem humanizar os vilões (afinal, todos nós temos luz e trevas no coração), mas acho de uma maestria incrível quando o autor consegue fazer uma personagem ser constantemente uma só coisa e de forma crível e convincente.
    Achei o design gráfico do livro extremamente incrível e perfeito, com certeza me atrairia se eu o visse por aí <3
    Adorei suas fotos, muito boas mesmo! *-*
    Parabéns pela resenha, só fiquei com curiosidade de saber os detalhes que lhe incomodaram (que você escreveu ali).

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Esse é o segundo livro de uma trilogia certo? Gostei dos pontos levantados, afinal gosto de uma história assim, e acho que tem tudo para surpreender. A capa é lindíssima e condizente talvez com que passa na história. Gosto de enredos que acompanham um grupo. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oiii!

    Eu não sou muito fã desse estilo de obra, mas eu gosto de ler resenhas sobre.
    A sua está bem escrita e até me deixou curiosa!
    Mesmo que com ou outro detalhe, parece ter sido muito bem escrito!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para deixar o blog na ativa! :D
Não precisa deixar o link do seu blog, caso tenha, pois farei questão de retribuir a visita.
Boa leitura!