15.4.17

[Resenha] Executores - Coração de Aço

Autor (a): Brandon Sanderson
Editora: Aleph
Ano: 2016
Lido em:  janeiro de 2017
Nº de Páginas: 376
Onde Comprar: Submarino
 Tudo começou com Calamidade, que surgiu nos céus como uma estrela de fogo, e que ninguém sabe o que é realmente: seria algo alienígena, ou então um experimento do exército norte-americano? Seus efeitos, entretanto, podem ser sentidos algum tempo após seu surgimento: pessoas comuns passam a ter poderes que desafiam as leis da física e da lógica. Parece que uma nova era está para surgir. E surge: os nomeados Épicos não apenas se tornam poderosos, mas também ganham uma sede insaciável de poder e parecem perder toda sua humanidade no processo, deixando o resto da população à mercê de suas vontades e caprichos. Dentre eles o mais poderoso é Coração de Aço, um ser invulnerável a qualquer tipo de ataque e com capacidade de manipular e transformar objetos inorgânicos em metal, que decide tomar a cidade de Chicago e ali estabelecer seu império.
 Dez anos se passam e os Épicos governam com poder absoluto, com todos os direitos e nenhum dever, se apossando de tudo o que querem a seu bel-prazer, e matando aqueles que ousam desafiá-los. Não existe nada e ninguém que possa impedi-los. A exceção a essa regra são os Executores, humanos normais, munidos de tecnologia de ponta que se utilizam de táticas de guerrilha para derrubar e matar o maior número possível de Épicos. O sonho de David, um jovem criado em um orfanato/fábrica de Nova Chicago é juntar-se aos Executores e destruir Coração de Aço, o homem que matou seu pai e mudou sua vida para sempre.

CORAÇÃO DE AÇO inicia-se com David Charleston presenciando a chega de um Épico no banco onde o seu pai está tentando resolver um problema referente a hipoteca da casa. David tinha oito anos de idade quando viu Dedo da Morte adentrar o recinto e matar espontaneamente qualquer pessoa que desejava. O seu poder era simples: apontava o dedo para alguém e a carne da pessoa virava cinzas restando apenas os milhares de ossos que compõe a estrutura de um corpo humano. Foi nesse dia que David viu pela primeira vez um Épico e também foi a única vez que viu Coração de Aço sangrar.
 Nesse dia fatídico que levou embora o seu pai, o único pilar familiar, David decidiu que viveria dia após dia apenas para ver novamente o maior Épico do mundo cair.
 Diferente das histórias onde os super-heróis usam os seus poderes para destruir a maldade existente na terra, o autor Brandon Sanderson decidiu desconstruir esse conceito e trazer uma face oculta dos humanos: a ganância.
 Não se sabe de onde e nem o porquê mas da noite para o dia alguns humanos receberam poderes sobrenaturais e decidiram dominar quantos pessoas conseguissem. Várias são as teorias para esse fator ter ocorrido desde um meteorito que passou perto da Terra e mexeu no DNA de alguns até boatos envolvendo testes biológicos que deram errado.
 David se tornou um grande perito na análise desses humanos superpoderosos que receberam o nome de Épicos - não se sabe também quem lhes deram esse codinome. Durante dez anos ele alimentou o seu ódio por Coração de Aço e agora ele fará de tudo para ter a sua vingança, mas para tal ato se realizar precisará da ajuda dos Executores.
 Coração de Aço é o super vilão dentre os Épicos, quem tentou enfrentá-lo para ter o seu domínio fracassou. Dedo da Morte foi o primeiro dentre tantos e teve um fim trágico. O poder de Coração de Aço é ter uma força tamanha, voar, soltar energia pura dos punhos e num momento de pura raiva transformar tudo ao seu redor em aço. E foi isso que ele usou no dia em que o pai de David foi assassinado. Por coincidências extraordinárias, David foi o único a sobreviver ao episódio do banco pois Coração de Aço tratou de destruir tudo pois o seu ponto fraco foi revelado. David é o único humano que tem essa informação.
 No decorrer das 376 páginas vemos um jovem em busca de vingança sem pensar nas consequências dos seus atos e de como irá afetar as pessoas inocentes. O ódio consumiu David de tal maneira que esperar alguma coisa boa dos Épicos é piada e quem acredita nisso ele acha idiota.
 David é um protagonista jovem que me arrancou altas gargalhadas com o seu jeito atrapalhado de tentar formular metáforas boas mas fracassar em todas. Ele é determinado, curioso, charmoso até e muito reflexivo. Os hormônios estão presentes em alta contagem então não me foi surpresa vê-lo se apaixonando rapidamente por uma personagem que tem um papel fundamental no decorrer do enredo. Compreendi o motivo do David a querer todos os Épicos mortos e conclui a leitura da obra até simpatizando com ele.
 O seu jeito juvenil de querer experimentar objetos é divertido demais, e o que dizer das últimas páginas que tem ele com pensamentos suicidas bem clichês? Só risos! kkk
 Brandon Sanderson construiu um núcleo muito bom de personagens, cada um tem as suas peculiaridades que os tornam peças únicas na formação dos Executores. Gostei bastante da Thia com sua inteligência apurada, Cody com suas manias de tentar resgatar a sua ancestralidade diversificada através da voz e de Abraham com sua tremenda fé em dias melhores.
 Mas, afinal, o que são os Executores? É só lendo para descobrir.
 Tendo escrita em primeira pessoa pelo olhar do David, CORAÇÃO DE AÇO tem uma linda edição feita pela editora Aleph, babo demais desde quando chegou pelos Correios. A capa do livro é muito no estilo das HQs, o que remete a DC e Marvel, amei pra caramba isso. E não querer espalhar rumores mas nos Agradecimentos o autor diz que estão trabalhando para tentar transformar o livro numa adaptação cinematográfica. Espero que consigam!!!
 Com uma capa fantástica, a edição física contém 376 páginas dividas em quatro partes mais prólogo e epílogo. As folhas são amareladas e a fonte das letras é mediana. Por possuir uma escrita relativamente fluída é fácil de devorar o livro em poucos horas se você se permitir ter esse tempo disponível.
 Uma ressalva negativa que tenho que apresentar é o fato do autor detalhar a parte física e o desempenho das armas utilizadas pelos personagens, isso foi algo que muito me incomodou pois acredito que o autor não precisa ter essa informação, mas isso não chegou a tirar o brilho da obra.
Para quem busca um enredo que traga aquele ar de aventura presente em HQs, que tenha muita vingança, tiros para todos os lados, inteligência apurada, tecnologias avançadas, super poderes e desfecho que destroem com os teus palpites, CORAÇÃO DE AÇO é a pedida certa!

P.S: publicado originalmente no Gettub.
O.B.S = livro lido para o Desafio FFC. <MÊS DE FEVEREIRO>
Créditos das Fotos: Carlos Barros.

LEIA OUTROS POSTS:

15 comentários:

  1. Olá Bruno, tudo bem?

    Eu costumo fugir de qualquer leitura que envolvam poderes sobrenaturais e super heróis. Nem HQ's e nem nada do gênero. Sempre corro para longe. E por mais que Coração de Aço tenha tido um super marketing a seu favor, além de uma belíssima edição, vou deixar a dica para a próxima. Mas indicarei o livro para alguns amigos. Vai que eles gostam, não é mesmo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu curti muito essa premissa, o fato de o autor ter apontado a parte da história que ninguém conta só me deixou ainda mais curiosa. Pois, sempre vemos pessoas com super poderes como boazinhas, prestativas e do bem, ainda bem que essa história fugirá desse clichê.
    Fiquei em choque com esse cara que só de apontar o dedo transformar em cinzas, tipo WHAT??

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem!?!? Esse livro está minha wish list desde o lançamento. Adoro os universos criados por Sanderson,tá o mistborn aí que não me deixa mentir, e sempre vejo resenhas positivas.
    Inclusive a sua ficou ótima e adorei as fotos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiii Bruno, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse do quanto eu gostaria, mas fico feliz que tenha gostado e até então trazido a resenha para nós, no qual as suas fotos ficaram lindas!
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. OOi!
    Que resenha!
    Mesmo não me interessando pelo livro, creio que para os amantes de heróis, HQs etc, essa seja uma ótima pedida.
    Gostei dos pontos que ressaltou, e sei que, se não fosse o fato de eu não gostar muito da temática, o livro chamaria mais minha atenção.
    Ah! Realmente, que edição que está linda, hem?! haha
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. Nunca fui grande fã do SuperMan, então pelo fato da capa remeter a ele, apesar de ser simplesmente maravilhosa, não tenho muita curiosidade para encarar a leitura. Gostei bastante de saber o que achou sobre o livro, pois essa é a primeira resenha que leio e vejo que realmente vou ter problemas com essa leitura, os clichês adolescentes são sempre um problema pra mim, mesmo amando HQs e esse universo heróico e tudo o mais. Bem... quem sabe um dia :)

    Raíssa nantes

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bruno!
    Comprei esse livro há tempos e ainda não pude ler.
    Gosto bastante de livros no estilo de distopia e ficção-científica. E nesse livro tem o acréscimo de muita ação e super poderes. Quero muito ler! rsrs...
    A capa do livro está maravilhosa!!!! <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Bruno!

    Vou confessar que passei rapidinho pela resenha, olhando basicamente as fotos, pois estou na maior expectativa para ler esse livro e não queria saber muito mais do que já sei sobre ele. Obrigada pela indicação. Depois volto pra te contar o que achei!
    Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Não sabia deste livro e gostei da trama mostrar o que seria a resposta ruim do "com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". Parece ser uma leitura bem interessante. Vou guardar a dica! Obrigada! Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra e apesar de gostar de livros com temática sobrenatural e ficção, não curto a parte de heróis. Com certeza os fãs de HQ'S adorariam, pois a obra parece ser boa, mas como é um gênero que não chama a minha atenção, vou passar a dica.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bruno
    Adoro histórias assim, cheia de aventuras, e gosto de HQs. Portanto, acho que gostaria do livro. Mas acho que concordaria também com essa sua ressalva, quando tem muta informação de desnecessária no livro, pode até estragar a história.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  12. Olá Bruno,
    Esse livro não chama minha atenção, pois não gosto muito do gênero, mas, acho que para quem gosta - como você - é um prato cheio. Também acharia bem ruim essa questão de o autor detalhar tanto as partes físicas de armas, acho que é algo desnecessário de certa forma.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Heiii, tudo bem?
    Eu acho essa edição maravilhosa demais!
    Sempre quis ter e ainda quero na verdade, mas no money por enquanto hehe.
    Não sabia que tinha tudo isso nas historias e me animei ainda mais a ler logo.
    Adorei a resenha e os pontos abordados, com certeza tirou as minhas duvidas e vou ler depois.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Embora a edição do livro esteja muito bonita, confesso que não gosto muito de super heróis, por isso vou passar a dica. Mas adorei sua resenha.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. Oiee Bruno ^^
    Acho muito interessante quando os protagonistas não são os heróis. Li pouquíssimos livros onde os personagens principais agiam por ganância ou vingança, e é um pouco difícil torcer para eles, né? haha' Eu ainda não conhecia esse livro, e de início até achei que era uma HQ *-* gostei bastante da premissa, fiquei curiosa.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para deixar o blog na ativa! :D
Não precisa deixar o link do seu blog, caso tenha, pois farei questão de retribuir a visita.
Boa leitura!