25.11.16

[Resenha] Magisterium - O Desafio de Ferro

Autor (a): Holly Black & Cassandra Clare
Editora: #irado
Ano: 2014
Lido em: junho de 2016
Nº de Páginas: 384
Onde Comprar: SUBMARINO

  Amigos e Inimigos. Perigo e Magia. Morte e Vida.
 A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.
 Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar.
 Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

O DESAFIO DE FERROm como protagonista principal o encrenqueiro, e porquê não rabugento, Callum Hunt. Ele tem 12 anos, e sua idade já o qualifica para participar do Desafio de Ferro. Enquanto todas as crianças da sua idade anseiam pelo Desafio, Call tem uma visão bastante diferente da coisa. O seu pai, Alastair, sempre alertou o filho que estar no Magisterium era pedir para morrer, que a magia só trazia dor. Foi feita tamanha lavagem cerebral que Call passou a odiar tudo que se remetesse aos magos. Também pudera, o jovem tem somente como pilar familiar o pai. É claro que não iria duvidar do velho.
 Antes de começar o Desafio, Alastair pede para o filho falhar em todos os testes que serão aplicados. Mas eis que Call, mesmo falhando em tudo, acaba sendo admito e obrigado a se separar abruptamente do pai e adentrar no Magisterium. Esse é o ponto em que a vida do nosso protagonista vira de ponta-cabeça!
 No primeiro contato com Call, me apeguei ao guri, tentei compreender os seus pensamentos e o porquê dos professores não desejarem tê-lo como aluno, mas confesso que conclui o livro me estressando com as atitudes que ele tomou no decorrer da história. Call tem deficiência em uma das pernas e a esconde através da calça. Ele cresceu sofrendo bullying, mas não ouviu calado. Ao invés de baixar a cabeça e ouvir as ameaças, ele peitava qualquer garoto que o menosprezava pela sua deficiência. Logo no prólogo do livro é mostrado a perda da mãe de Call e o momento em que Alastair o encontra com a perna quebrada. Por ser um guri diferente fisicamente e ter um temperamento explosivo, Call não possui amizades, mas isso passa a mudar quando ingressa no Magisterium.
 O Desafio de Ferro tem o propósito de escolher jovens aprendizes para os mestres magos que compõem o Magisterium. A maioria dos jovens tem uma visão conturbada do propósito do Desafio , mas Call não é um deles.
Foto: Carlos Barros
 No decorrer dos capítulos, acompanhamos o treinamento árduo e entediante ao qual nosso protagonista é direcionado, presenciamos a sua força de vontade em evoluir mesmo tendo prometido ao pai, no começo de tudo, que tentaria ser expulso. Aos poucos, o leitor vai descobrindo em que mundo eles estão situados, o que os personagens tem que temer e o que devem evitar.
 Para o começo de uma série - MAGISTERIUM - O DESAFIO DE FERRO consegue responder a quase todos os questionamentos que o leitor venha a formular durante a leitura. Os capítulos finais são de uma reviravolta tamanha que até agora, passados dias da leitura, me surpreendo com o caminho ao qual as autoras enveredaram. Elas definitivamente surpreendem!
 Os personagens secundários tem o seu charme, e tenho que mencionar dois pontos negativos que me incomodaram bastante. Sei que o livro é infanto-juvenil, mas achei muito forçado os personagens que claramente não gostavam do Call passarem a dialogar e conviver harmoniosamente com o guri. Sei que, com a convivência, nos acostumamos aos outros seres humanos, mas a forma como alguns personagens se achegaram ao protagonista foram extremamente rápida e não gradativa, isso é incômodo. O outro ponto negativo foi que alguns pequenos detalhes estão engolidos na edição, provavelmente se perderam durante a confecção da obra. Isso acontece no quote que mencionei acima, pois falta a parte "a terra quer unir"; para um leitor não atento, passa despercebido, mas para quem é atento, incomoda.
Foto: Carlos Barros
 A evolução de Call acontece de forma lenta, quase despercebida. Isso foi algo que me agradou muito. Ainda estou cabreiro com o mundo dos magos, mas aos poucos aceito o que Holly Black e Cassandra Clare criaram. Geralmente estou acostumado a distopias em nossa realidade, não magia.
 A capa do livro é muito intrigante e bonita, as folhas são amareladas e a fonte das letras é grande , proporcionando uma leitura rápida, principalmente com os capítulos demasiados curtos. A escrita das autoras é bastante fluída. Devo admitir que foi uma parceria louvável.
 Magia, mistério, intrigas, dor, traição, desconfiança, amizade. Esses são alguns dos elementos que você irá encontrar ao ler O DESAFIO DE FERRO.

P.S: publicado originalmente no Gettub.


LEIA OUTROS POSTS:

34 comentários:

  1. A que legal a sua resenha, eu me lembro de ir em um evento do livro logo que ele foi publicado, um amigo meu apresentou até, mas eu fui mesmo para dar apoio, pois infelizmente não faz o meu gênero está leitura, é um livro que não consigo me despertar a vontade ao ponto de ler, então infelizmente irei deixar passar a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. OOI, Bruno!
    Não conhecia o livro, mas, confesso, me interessei logo que vi a capa. Realmente, está bem instigante!
    Amei a premissa da história. Como amante do gênero, fiquei muito curiosa sobre como será a evolução do personagem, e claro, o desfecho desse primeiro volume.
    Dica anotada. Ótima resenha!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Adoro a Cassandra Clare e tenho esse livro na estante há tempos mas ainda não tive nenhum impulso que me fizesse ter vontade de o ler. A sua resenha é a primeira que leio desse livro e conseguiu instigar a minha curiosidade quanto a história que parece bastante promissora, mesmo com um protagonista não tão agradável.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  4. Eu quase comprei esse livro por um preço muito barato numa feira aqui do shopping vizinho. Me arrependo amargamente. Adorei sua resenha e não terei dúvida em comprá-lo da próxima. Adoro fantasia e a Cassandra Clare já sei que arrasa.

    ResponderExcluir
  5. Oi!!

    Eu não li esse livro ainda mas já vi muitas resenhas positivas, a sua foi a mais completa.
    Tenho muita curiosidade com a escrita da Cassandra e fiquei feliz em saber que é um bom Livro introdutório.
    A resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Sabe quando você gosta mas não gosta de um livro???
    então, eu adoro a Cassandra e por isso quis muito ler o livro e concordo com vários pontos que você cita na resenha, mas isso meio que só aconteceu, de eu me envolver mesmo com a história no segundo livro (que não foi tão melhor assim, mas ainda consegue ser interessante também).
    Sabe qual foi o meu primeiro pensamento quando vi o livro? Foi um julgamento da capa que tem o trio de Harry Potter e o Voldemort atrás hahahaha
    E não dá para negar que tem suas semelhanças (e olha que nem sou fã de HP) mas o bom é que tem também é um pouco diferente.
    Como eu disse... eu não gostei, mas gostei... se é que dá para entender.
    E que linda a primeira foto do Carlos... Ele arrasa nas fotos!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oiii Bruno, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez o livro não despertou meu interesse, mas parabéns pela resenha que ficou incrível e suas fotos lindas demais!
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá, adorei a sua resenha, e amei a premissa da obra.
    Eu não conhecia, mas fiquei muito curiosa sobre o livro e vou procurar para ler com toda a certeza, obrigada pela dica!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Nossa, não conhecia esta série, e eu vi que uma das autoras é a Cassandra Clare, muito legal, deu até vontade de ler.
    Muito interessante também que o protagonista odiava esse tal de Desafio de Ferro, por causa do seu pai, e pelo visto agora está treinando lá dentro. Isso me deixa muito interessado a ler, porque será que o pai dele não queria que o filho entrasse para esse desafio? Mistérios hehe

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Bruno. tudo bem? Não conhecia esse livro, mas fiquei super entusiasmada com a leitura. Sua resenha está linda e me deixou ainda mais curiosa pelo livro. Dica anotada. Parabéns pela resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oii.
    Que legal a sua resenha. Gosto muito de fantasia e não conhecia a obra. Sem contar os detalhes d diagramação... Se tiver oportunidade, vou querer ler, com toda certeza.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  12. Olá! A princípio o que me chamou a atenção foi por ter as mãos de Cassandra Clare, acho qua autora sabe fechar bem um enredo. Mas lendo a resenha a estoria não me deixou empolgada para ler, pelo menos não imediatamente.Não conhecia essa autora Holly Black.
    Que bom que vc gostou da leitura e mesmo com ressalvas ficou satisfeito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá! Não conhecia o livro, achei a premissa bastante interessante, sou fã de distopia e fantasia, e quando vejo livros desse gênero fico bastante animada! Te confesso que não curti muito a escrita da Cassandra Clare, mas lendo sua resenha, fiquei interessada em ler. beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi. Mesmo com o ponto negativo que você salientou, que teria de ler a obra para compreender melhor, achei o enredo bem interessante.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Ainda não conheço a escrita de nenhuma das autoras, mas já ouvi maravilhas.
    Gosto bastante de livros do gênero e esse está na minha lista de leitura a um bom tempo.
    Adorei saber suas impressões e fico triste que algumas coisas tenham te incomodado um pouco, como o fato de os personagens começarem a conviver com o Call dessa forma.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá
    Meu amigo me recomendou hoje esse livro, coincidência né!? Não sabia muito bem o enredo, mas fiquei super curiosa depois de ler sua resenha.
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oiee Bruno ^^
    Eu adoro os livros da Cassandra, mas não tenho muita vontade de ler este não *-* não sei se é por eu ter visto algumas resenhas um tanto negativas em relação a ele... Eu quero lê-lo um dia, mas não agora. Estou em outra "fase" literária no momento, querendo ler outros gêneros, mas quem sabe um dia.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu tenho vontade de ler esse livro simplesmente por ser da Cassandra Clare. Como gosto muito de suas narrativas, tenho certeza que vou amar essa também. Finais inesperados com certeza é a especialização dela hahaha
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oie!
    O livro fará um enorme sucesso entre os fãs do gênero! Provavelmente, eles não perceberão os pontos negativos que você citou. Achei a capa bacana, mas, infelizmente, não é o tipo de leitura que me atrai. Passo a dica!!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. Não curti muito do livro, e achei as relações forçadas , do nada, se tornou uma amizade de bffs forevers. A história que eu li não levou para essa devoção que eles tiveram no final, sinceramente eu espero que isso melhore nos próximos livros. Mas adorei a sua resenha!^^
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Bruno, eu tenho o livro aqui, mas ainda não o li. Na verdade, não li nada das autoras ainda. Tenho boas expectativas em relação ao enredo do livro, o selo #irado tem bons enredos e um capricho especial com suas edições.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Eu adoro a série dos Instrumentos Mortais, e todos os livros que envolve os Cassadores das Sombras da Cassandra Clare, já tinha visto a capa desses livros mas nunca lido a fundo, então não sabia que era tão infanto-juvenil, agora estou na dúvida de ler eles.
    Adoro magia e distopia. O que me sugere?

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
  23. Oii Bruno, tudo bom? Gostei da resenha, bem detalhada. Li esse livro assim que foi lançado e gostei bastante, apesar de ter me incomodado com os mesmos pontos que você. Quero muito ler a continuação, mas não sei se farei isso tão breve. Você também achou alguns pontos parecidos com HP e Percy Jackson? Eu achei, mas não chegou a incomodar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá Bruno!
    Ótima resenha.
    Eu comprei esse livro há algum tempo mas ainda não li, conheço a escrita da Cassandra através de Os Instrumentos Mortais, mas imagino que esse livro seja totalmente diferente, tanto em história como em escrita.
    Sua resenha me deixou mais curiosa com a obra.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá Bruno, eu adoro esse tipo de enredo e apesar desses pontos negativos que você destacou e que te incomodaram a proposta do livro esta bem bacana *-* Sem duvida eu pretendo lê-lo em breve.

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi Bruno.

    Gostei bastante da sua resenha, pois este livro ainda está na minha lista de desejados e sua opinião aumentou minha expectativa para adquiri-lo. Ainda não conheço a escrita da Cassandra e mesmo apresentando pontos negativos, eu tenho interesse na história.

    Bjos

    ResponderExcluir
  27. bom, apesar de vc ter se incomodado um pouco com os pontos falhos, legal que vc curtiu o livro... quando vi esse lançamento fiquei curiosa pra ler,mas depois a vontade passou... ele é bem juvenil mesmo, acho que alguns alunos meus iriam curtir...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem? Sou fã assumida da Cassandra Clare mas confesso que esses livros nunca me chamaram atenção por causa da idade do protagonista, acho que para mim já seria entediante e chato. Pena que teve algumas coisas que você gostou. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Lembro quando esse livro foi lançado eu fiquei bem curiosa, mas depois a vontade de ler passou. Apesar de ser uma temática que eu gosto, não fiquei "Nossa, preciso ler esse livro" até porque não sou muito fã da escrita da Cassandra, então adiei a leitura. Que bom que o livro te agradou.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. aa adorei sua resenha, eu ja li esse livro tem mt tempo e lembro de tb ter gostado de ter lido, to querendo ler o segundo, mas a preguiça eh maior

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    Não conhecia essa obra da Cassandra Clare em parceria. Fiquei com curiosidade já que tenho me arriscado em outros gêneros além do romance.
    A capa de cara me chamou atenção e a diagramação é bem bacana.
    Espero conseguir ler em breve, pois sua resenha me deixou bem curiosa mesmo que em alguns pontos tenha ficado alguma duvida pra ti.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  32. Olá, tudo bem?
    Eu amo a escrita da Cassandra Clare. Se ela publicar a lista dela de supermercado, eu vou querer ler kkk. No entanto, ainda não tive a oportunidade de ler essa série.
    Com relação à Holly Black, meu primeiro contato com uma obra dela foi só recentemente, quando li "O canto mais escuro da floresta". No entanto, eu gostei muito da escrita dela e fiquei ainda mais animada para ler Magisterium.
    Fico feliz de saber que, mesmo tendo algumas ressalvas, você gostou do livro. Adorei a resenha e fiquei ainda mais animada para ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  33. Olá, gostei da resenha, uma bela capa.

    ResponderExcluir
  34. Olá, Bruno!
    Que menino teimoso em? Mas é bem típico dos adolescentes. Não sabia que a Clare tbm tinha um livro escrito com o autor. Me decepcionei com Instrumentos Mortais, mas mesmo assim gosto muito da escrita da Autora. E a fantasia enredada nesse livro me deixou curiosa para lê-lo

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para deixar o blog na ativa! :D
Não precisa deixar o link do seu blog, caso tenha, pois farei questão de retribuir a visita.
Boa leitura!